quinta-feira, abril 13, 2006

Haiku

Não fui à estréia de "Quando você não está no céu". Mas, já há algum tempo, numa mesa de botequim, fiz um haiku (ou haikai, levando-se na devida conta o pudor brasileiro que traduziu a sonoridade japonesa de modo distinto, por motivos óbvios) de como me parecem ser as estréias de espetáculos por esse mundo afora. Segue.

esta é a estréia
um olho no palco
outro na platéia

Um comentário:

Thaís disse...

Você jura que não foi?